Tratamento da Dislexia

Tratamento da Dislexia

É frequente alguns pais chegarem ao consultório angustiados, com crenças de que seus filhos nunca irão aprender. Alguns por não receberem a informação correta desacreditam no tratamento da dislexia o que é uma pena, já que hoje temos uma gama de intervenções que auxiliam neste processo. Por isso neste post explicarei passo a passo de como chegar ao tratamento adequado e ver o desenvolvimento nas habilidades de leitura e escrita. Fique atento.

O diagnóstico da dislexia gera angústia por não ser dado de imediato. E nem deve, já que há vários fatores que podem influenciar na dificuldade de aprendizagem e sendo assim não ser dislexia. A dislexia é um diagnóstico de exclusão, a criança não consegue ler não pela forma como é ensinada, o método ou a didâmica escolar, ela não aprende não por que está passando por um momento emocional difícil, apresenta uma deficiência ou uma dificuldade cognitiva, ela não consegue ler porque seu sistema não reconhece as letras, seus sons e quando junta as letras esquece rapidamente. É uma disfunção em seu cérebro que faz com que as áreas da leitura e escrita não sejam ativadas.

Garanto que nem um profissional por mais “expert” que seja conseguirá fazer isto em apenas um momento, um contato com a criança.

Por isso o primeiro passo é buscar um neuropediatra especialista que com a ajuda de uma equipe multidisciplinar, como fonoaudiólogo, neuropsicologos, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, avaliará as habilidades que antecedem o processo de leitura e escrita como linguagem, consciência fonológica, memória, atenção, coordenação motora e lateralidade e a própria escola.

Poderia citar muitos profissionais por aqui, mas vou elencar alguns e sucintamente explicar o que cada um poderá ajuda-lo, lembre-se que cada profissional tem um leque ainda maior a oferecer, por isso qualquer dúvida busque falar com eles.

O fonoaudiólogo é o especialista na avaliação minuciosa da linguagem oral, escrita e consciência fonológica e certamente traçará um programa de intervenção que auxiliará no diagnóstico e tratamento.

O neuropsicólogo é o especialista na avaliação das funções cognitivas que influenciam diretamente na aprendizagem.

O Terapeuta ocupacional traçará um perfil sensorial da coordenação motora, faculdades do corpo com o processo de aprendizagem.

O psicopedagogo buscará compreender como a criança utilizam os elementos do seu sistema cognitivo e emocional para aprender e como a escola se disponibilizará para este processo.

Todas as áreas intercaladas poderão oferecer a criança possibilidades para ela aprender.
No entanto, é preciso tempo e cautela. A criança apresenta um ritmo de desenvolvimento e cada etapa deve ser respeitada. O seu olhar deve estar atento a cada movimento e valorização do progresso de cada habilidade, mesmo que para você seja pouco, para a criança é um grande sucesso.
Olho que carinho para a aprendizagem da sua criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *